Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2013

Elis Regina - Sinal Fechado e Transversal do Tempo - 1978

A intemporal Elis. Morreria 4 anos depois. Tão jovem...

O Chalet das Cotovias no «À Volta dos Livros» - Antena 1

«O Chalet das Cotovias», de Carlos Ademar, continua a dar que falar...

Eis o link:
http://www.rtp.pt/play/p312/e124331/a-volta-dos-livros
Com Ana Daniela Soares

Spínola e Passos Coelho ou a repetição da história

Esta remodelação governamental faz-me lembrar os tempos que se seguiram ao 25 de Abril e a «guerra» entre Spínola e a Comissão Coordenadora do MFA. O governo Palma Carlos, alinhado com Spínola, caiu porque o MFA lhe fez frente, pressionou e não permitiu que passassem as exigências do PM, que afinal eram também de Spínola, no Conselho de Estado. Depois, o PR quis nomear Firmino Miguel como PM, mas o MFA não o aceitou e assim, Spínola tentou entalar o MFA, chamando-o para o governo. Grande parte da CC foi para o Governo, ocupando os lugares de topo, com Vasco Gonçalves como PM, Melo Antunes, Vítor Alves, Costa Martins, entre outros. A história é conhecida, passados dois meses Spínola caiu. Desta vez, Portas, Pires de Lima e Rui Machete eram claros opositores à política económica do governo, com críticas públicas, ameaças constantes de rutura da coligação, chegando, no caso de Portas, a concretizar a saída com a famosa demissão irrefutável. Passos para manter o lugar, porque o perderia se…

A comunicação do PR ao País

Já se sabia que Cavaco não queria eleições, porém, nas Selvagens foi mais longe ao dar a conhecer, sabe-se lá com que intenção, que não avançaria com qualquer governo de iniciativa presidencial. Desde então, todos ficámos a saber o que vai acontecer.
Se até aí o empenho dos partidos para chegarem a acordo não terá sido muito, acredito, com esta novidade PSD e CDS, sabendo que se manteriam em exclusividade no poder, ficaram em melhores condições de mandar o PS e as suas sugestões às urtigas. E assim, lá tem Cavaco de fazer o frete e dizer aos portugueses que vai dar posse a Portas como vice-primeiro-ministro.

O «Chalet das Cotovias» na «Time Out»

Imagem

Para quem ama Lisboa - outra visão da cidade

O «Chalet das Cotovias» na SIC

Imagem
Aqui deixo o link para visionarem a minha participação no programa da manhã da SIC com a Júlia Pinheiro,   onde falámos de várias coisas, entre elas - com grande destaque, diga-se -,  «O Chalet das Cotovias», que, aliás, originou uma viagem de comboio a Sintra, em busca do Luís Lencastre, daJu e do Chalet.

http://sic.sapo.pt/Programas/Queridajulia/2013/07/10/chalet-das-cotovias


O «Chalet das Cotovias» no Jornal de Letras

Imagem
Uma leitura muito atenta e certeira da jornalista Leonor Nunes.

O Chalet das Cotovias a as rádios

Ontem gravámos para a Antena 1, com Ana Daniela Soares, para o «À Volta dos Livros», que passa todos os dias depois das 5.
Hoje, ao fim da tarde, vamos gravar para a Rádio Universidade do Minho.
É o Chalet das Cotovias que nos faz falar. Quando as entrevistas forem emitidas, das respectivas datas aqui darei conta.

O Chalet das Cotovias na SIC

Imagem
Amanhã, depois das 11H30, o Chalet das Cotovias bem como o seu autor, estarão no programa da manhã da SIC com Júlia Pinheiro. Ate lá.

As crises, a nossa e a dos outros

«Gosto de olhar a cara dos clientes quando provam a minha comida», disse a cozinheira angolana à reportagem da RTP, acrescentando que conhecia muito bem a verdadeira crise: «comi arroz e feijão com peixe frito anos a fio. Era a guerra e isso é crise a sério.»
O episódio fez-me lembrar quando, em miúdo, ia para casa da minha avó. Ela devia ter um prato favorito que estava longe das minhas preferências: chicharro frito cortado às postas, com feijão-frade cozido. Não havia guerra, a não ser em África, mas ainda hoje não consigo pensar no cheiro da cozinha, quanto mais voltar àquela dieta.

Mais do que nunca, o medo manda

O «Chalet das Cotovias» na SIC

Imagem
Hoje à tarde fui encontrar-me com uma equipa da SIC, liderada pela Júlia Pinheiro, junto à Estação do Rossio, a fim de fazermos a recriação da última viagem de Luís Lencastre desde o café Gelo, no Rossio, até Sintra. Fizemos gravações na esplanada do café, nos acessos à gare, depois no comboio, já em plena viagem, e finalmente em Sintra, onde fomos falando do livro e traçando o paralelo com os factos reais em que se baseia. 
O documentário irá para o ar na próxima 3ª feira, dia 9, no programa da manhã da SIC, apresentado pela Júlia Pinheiro. Na ocasião estarei em estúdio para responder a outras questões não abordadas no decurso da gravação.

Portas abandona o Governo

Imagem
Portas abandona o Governo, mas o Governo não se deixa abandonar


  «Se me perguntarem se bati com a porta, direi que sim.
Se me perguntarem se a porta se fechou, direi que não.»

Festival ao Largo 2013

Imagem
Festival ao Largo 2013, uma das coisas boas que vão acontecendo na nossa capital.
Por mim, não perco, até porque é à borla.