Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2013

Tom Waits - este homem canta com o corpo todo

É preciso ter vivido muito este mundo para dele falar desta forma, tão franca e assertiva. Ele sabe.
Depois, este tipo canta com o corpo todo, e também lá mete a alma. É impressionante.

Continuação de Boas Festas.

Presépio de Lata | Video de Boas Festas do Rui Veloso

Rui Veloso, em conluio com Carlos Ademar, deseja a todos um Natal cheio de  coisas menos más do que as habituais.
E outra... sem música, mas com muito amor
NATAL É (MESMO) QUANDO UM HOMEM QUISER 
 Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
...És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És …

Woolies and Soweto Gospel Choir: Madiba Tribute

Assinala-se aqui o funeral daquele que hoje foi a enterrar e deixa um legado, além
de uma lacuna, nesta comunidade a que, para simplificar, se chama Humanidade.

RODAS DE LISBOA CARRIS

Belo documentário, para quem gosta de Lisboa, dos seus eléctricos e de História.

1975 - Duarte Mendes - O capitão de Abril cantor

Estamos em 1975. Um ano antes, dera-se o 25 de Abril e a canção vencedora do festival servira de senha para início das manobras militares. Um ano depois, um capitão de Abril, Duarte Mendes, venceu o Festival, com uma canção bem bonita, de resto. Não podiam faltar os cravos vermelhos na lapela - vão faltando nas cabeças de quem nos tem governado - do cantor, do maestro, o saudoso Pedro Osório, e na de muitos espectadores. Eram as ondas do entusiasmo pela esperança que se abria. Lembro-me, muito vagamente, confesso, que se chegou a discutir se Duarte Mendes, sendo um capitão de Abril, devia ou não ir à Eurovisão uniformizado.