Mensagens

Na Vertigem da Traição nas mãos dos leitores

Imagem
Nos últimos dias tenho recebido algumas fotografias de leitores em que Na Vertigem da Traição é o foco. Aqui vos deixo alguns exemplos. Eis o Sasha, neto da Ana Filgueiras, seguido de fotografias de Ana Fazenda e de Eduarda Santos Pereira, respectivamente. Os meus agradecimentos a todas e ao Sasha também, claro. Beijos e boas leituras.  
Foto de Ana Filgueiras

Foto de Ana Fazenda
Foto de Eduarda Santos Pereira

Na Vertigem da Traição no Todas as Palavras da RTP 3

A minha entrevista a Ana Daniela Soares, para Todas as Palavras, da RTP 3, sobre Na Vertigem da Traição.


https://vimeo.com/227801175

Silêncios e Memórias: [1617.] A CHACINA DE BADAJOZ HÁ 81 ANOS POR MÁRIO ...

Silêncios e Memórias: [1617.] A CHACINA DE BADAJOZ HÁ 81 ANOS POR MÁRIO ...: * OS FUZILAMENTOS DE BADAJOZ PELOS NACIONALISTAS DE FRANCISCO FRANCO EM AGOSTO DE  1936 * Mário Neves (1912-1999) tinha 24 anos e era ...

Na Vertigem da Traição no Tabu da SIC Notícias, com Francisco Louçã

Imagem
Na Vertigem da Traição na SIC Notícias, pela mão de Francisco Louçã  no Tabu de 28 de Julho de 2017.

Na Vertigem da Traição no Acrítico - a leitura de António Ganhão

Imagem
https://acriticoblog.w
ordpress.com/2017/07/26/na-vertigem-da-traicao-carlos-ademar-2/

A Vertigem a desaparecer

Imagem
Entre a Possuída e o Mensageiro, a Vertigem vai desaparecendo.
Imagem
Carlos Ademar: “Não aceito que existam nomes apagados da História”23 Julho 2017172 Rita Silva Freire A partir de um caso de homicídio nunca desvendado, nos anos 50, Carlos Ademar constrói o seu novo romance. "É importante que se conheça a história da ditadura portuguesa", diz o inspetor da PJ. Partilhe Foi um 1951 que o corpo de Manuel Domingos apareceu num pinhal em Belas. Tinha sido executado com quatro balas na cabeça. O culpado nunca foi apurado. Com um passado como dirigente do PCP, a suspeita permaneceu no ar: teria sido alguém ligado ao partido? Ou ligado à PIDE? O caso muitas vezes falado mas nunca confessado ou desvendado dá agora, 70 anos depois, o mote para o novo livro de Carlos Ademar, inspetor da PJ, historiador e autor de romances como O Bairro e O Chalet das Cotovias, que recupera o processo para, a partir dele, criar uma ficção e contar não só a história da morte deste homem como a da sua vida: esteve envolvido na Revolta da Marinha Grande, na Guerra Civil Es…