Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2017

Freddy Cole - September Morn

Imagem
A boa notícia: uma das muitas versões - a melhor, claro. A má notícia:
faltam 4 meses para terminar 2017. É horrível.

September song - Chet Baker

Imagem
A boa notícia: uma das muitas versões - a melhor, claro. A má notícia:
faltam 4 meses para terminar 2017. É horrível.

Miguel Real no Jornal de Letras sobre Na Vertigem da Traição

Imagem
Aquece um dia frio, refresca um dia quente... enfim, é bom!

Na Vertigem da Traição, Manuel Domingues ou «Luís» e o PCP

Imagem
Em 1952, e recorde-se que o crime de que foi vítima Manuel Domingues ocorreu em Maio do ano anterior, ainda estavam abertas as feridas geradas com a questão «Luís». Certamente e apesar das expectativas, «Lutemos contra os espiões e provocadores» (de que falaremos noutra ocasião) não resolveu o que era suposto e, vai daí, foi difundido pelos militantes este «informe» para «esclarecer» os mais renitentes. Era urgente acalmar as águas – o Partido vivia tempos decisivos. Como sabemos, também este documento não atingiu plenamente os objectivos, já que em Janeiro de 1953 foi distribuído o documento, que dei a conhecer no post anterior, relativo a Maria Branco, em que esta surge como testemunha de acusação contra Manuel Domingues. Reparem que no documento hoje divulgado, não há referências ao «super-espião», como ironicamente Francisco Martins Rodrigues alcunhou Manuel Domingues, referindo-se ao modo como ele foi tratado no «Lutemos contra os espiões e provocadores», mas tão-só, procura colar…

Na Vertigem da Traição, o PCP, a Maria Branco e o «traidor» Manuel Domingues

Imagem
Dou hoje a conhecer um documento que consta no Arquivo da PIDE, na Torre do Tombo, que não pode deixar de ser lido por quem conhece a história, ainda que apenas os seus contornos, do assassínio de Manuel Domingues, ocorrido no início de Maio de 1951. Como podem ver, este documento  está datado de Janeiro de 1953.
Este e outro documento, que brevemente darei a conhecer, dedicado apenas a Manuel Domingues, chegaram-me pela mão amiga da Júlia Coutinho e foram de grande utilidade para o desenvolvimento da trama do meu mais recente romance, Na Vertigem da Traição - quem já o leu, facilmente chegará a essa conclusão.


Cópia do cliché de Maria Branco efectuado na PJ pouco antes da divulgação do documento que hoje se apresenta que, tanto quanto sei, não chegou a ser publicado em nenhum periódico do Partido Comunista. 





Maria Branco numa bela fotografia com o filho
(do Manuel Domingues) no final da primeira metade da anos 50.

Obrigado Rita Domingues

Na Vertigem da Traição nas mãos dos leitores

Imagem
Nos últimos dias tenho recebido algumas fotografias de leitores em que Na Vertigem da Traição é o foco. Aqui vos deixo alguns exemplos. Eis o Sasha, neto da Ana Filgueiras, seguido de fotografias de Ana Fazenda e de Eduarda Santos Pereira, respectivamente. Os meus agradecimentos a todas e ao Sasha também, claro. Beijos e boas leituras.  
Foto de Ana Filgueiras

Foto de Ana Fazenda
Foto de Eduarda Santos Pereira

Na Vertigem da Traição no Todas as Palavras da RTP 3

A minha entrevista a Ana Daniela Soares, para Todas as Palavras, da RTP 3, sobre Na Vertigem da Traição.


https://vimeo.com/227801175

Silêncios e Memórias: [1617.] A CHACINA DE BADAJOZ HÁ 81 ANOS POR MÁRIO ...

Silêncios e Memórias: [1617.] A CHACINA DE BADAJOZ HÁ 81 ANOS POR MÁRIO ...: * OS FUZILAMENTOS DE BADAJOZ PELOS NACIONALISTAS DE FRANCISCO FRANCO EM AGOSTO DE  1936 * Mário Neves (1912-1999) tinha 24 anos e era ...