A flor mais bela



Fui ao jardim colher flores
Há dias folheei o meu esfarrapado Ilha do Tesouro, um dos primeiros livros que me ofereceram ainda muito menino e moço. Não o abria há muitos anos, talvez décadas. Deparei-me com um amor-perfeito sequíssimo, a desfazer-se, já quase não se adivinham as cores. Não me recordo como ali foi parar nem da história que tem por trás. Fechei-o, ficou lá... e na minha cabeça.

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV