E agora, António? - Parte II

E agora, António?

«No primeiro dia do novo ano, António Guterres ocupará o cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas. Fá-lo quando há muito se vai disseminando a ideia de que a ONU se encontra desajustada ao tempo que vivemos. Alguns analistas alertam mesmo para os riscos de implosão do organismo, e para os perigos inerentes a uma situação de vazio mundial no que toca ao palco onde se cuida do concerto das nações.» 

Assim começa a minha mais recente crónica para o Jornal Tornado e para o Lusitano de Zurique. 

É clicar, é clicar!

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV