Pedro e o Capitão

 
TEATRO
23 JUN - 2 JUL

PEDRO E O CAPITÃO

DE MÁRIO BENEDETTI; ENCENAÇÃO MARTA CARREIRAS E ROMEU COSTA
SALA MÁRIO VIEGAS
Quarta a sábado, 21h; domingo 17h30

Sinopse

TEATRO - ESTREIA
23 jun - 2 jul
PEDRO E O CAPITÃO
De Mário Benedetti
Encenação Marta Carreiras e Romeu Costa
Quarta a sábado, 21h; domingo 17h30
Sala Mário Viegas
M/14
€12 (com descontos €5 - €8,40)
Parte da receita deste espetáculo reverte a favor da Amnistia Internacional
Duração: 1h20


25 jun – conversa com a equipa artística após o espetáculo, moderada por Pedro Neto, diretor da Amnistia Internacional 
25 jun, 17h30 – sessão com interpretação LGP

Este é um espetáculo de teatro que pretende explorar os limites da comunicação cénica através das ferramentas do teatro e do cinema. Explora o jogo cénico nestas duas dimensões, jogando com a ação em palco e a ação projetada em tela.
A prática da tortura enquadra a temática de fundo e a grande manipulação, psicológica e visual, estabelece as regras do jogo.
O texto do Uruguaio Mário Benedetti, escritor emblemático da literatura da América Latina, serve de mote a esta reflexão sobre uma prática ainda frequente nos dias de hoje. 

Texto: Mário Benedetti; Tradução: Romeu Costa; Direção artística: Marta Carreiras e Romeu Costa; Assistência de encenação / produção: Filipa Braga Cruz; Assistência no processo criativo: Reginaldo Spínola; Apoio dramatúrgico: Ana Bigotte Vieira; Interpretação: Ivo Canelas e Pedro Gil; Videasta: João Gambino; Música e espaço sonoro: Pedro Salvador; Cenografia e figurinos: Marta Carreiras; Assistência de cenografia: Luna Rebelo; Desenho de luz: Daniel Worm de Assumpção;  Direção de produção: Maria Folque; Designer gráfico: André Machado

Coprodução: Teatro Municipal Constantino Nery e São Luiz Teatro Municipal

Parceiros: Amnistia Internacional, Câmara Municipal de Lisboa, Centro Comunitário de Desenvolvimento do Bairro dos Lóios, Museu do Aljube e Teatro da Terra

Agradecimentos: Anabela Rodrigues, APCEN, Carlos Ademar, Casa da América Latina, Cue One, Grupo de Teatro do Oprimido de Lisboa, Irene Pimentel, Jesus Cornejo Rojas, Jorge Gonçalves, Luís Farinha, Miguel Cardina, Samara Azevedo e Teatro Meridional 

Projeto apoiado pela República Portuguesa-Cultura / Direção Geral das Artes

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV