sábado, 14 de julho de 2012

A dívida do Estado, os funcionários públicos e Paulo Portas

A dívida é do Estado, devem ser os funcionários públicos a pagá-la e não os privados. Foi mais ou menos isto que o Dr. Paulo Porta disse. Esta intervenção suscita-me duas questões, um conselho, uma especulação e uma conclusão:
1ª questão: - O Estado português pertence apenas aos funcionários públicos?
2ª questão: - Foram os funcionários públicos os causadores da dívida?
(não têm de responder)
Um conselho: - Se o líder do PP quer responsabilizar os verdadeiros culpados, que leve alguns dos seus colegas de classe a tribunal - ainda que agora exerçam funções na administração de grandes empresas;
A especulação: Se calhar, alguém teria de o levar a ele também - na hipótese muito provável de não se apresentar voluntariamente;
A conclusão: Mesmo tendo em conta o estado da justiça, o que levaria a processos longuíssimos e a resultados pouco expressivos em termos de pena, se lá chegássemos, valia bem a pena maçá-los, serem falados, desmascarados - um a um.