Mataram o Câmara Clara





Vivemos num tempo que se não é único, não anda longe. Já não vou para novo, além de que tenho a obrigação de conhecer um pouco de História, e a verdade é que não me lembro de nenhuma época assim. Havia, sempre houve, coisas más, mas não faltavam algumas menos más, ou mesmo boas, talvez para compensar. Hoje levam-nos tudo o que não é mau ou medíocre e injectam-nos com tudo o que o é. Tempo estranho este para ser vivido...  Apetece recuperar José Gomes Ferreira e dizer: «viver sempre também cansa» Viver sempre, ASSIM, cansa mais. Poder morrer para descansar um pouco e deixar passar este tempo e depois poder renascer num tempo novo é a idealização do momento.    

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV