Niemeyer - muito além da obra


A propósito da morte de Niemeyer e da frase de Chico Buarque, que o definiu como um «Um homem maior que a sua arte», recordei-me de uma grande entrevista dada pelo arquitecto, penso que ao Público, já ele ia nos noventa e muitos. O jornalista perguntou-lhe como é que se via face à grandeza da sua obra, reconhecida em todo o mundo. Com uma simplicidade desarmante, Niemeyer respondeu por palavras que não recordo textualmente, mas cujo sentido jamais esquecerei: grande homem foi Allende, que morreu de arma na mão a defender o seu povo e os seus ideais, «eu só faço uns riscos». Morreu um grande homem. 

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV