terça-feira, 29 de novembro de 2016

Jorge Palma «Só» no CCB


E sobre o Palma no CCB, nada? «Só» é o título, mas o artista nunca esteve só, bem pelo contrário. A sala estava apinhada e até as paredes vibraram. Nunca o digo de ânimo leve, mas é hoje o dia: um só homem, apoiado em carradas de talento, boa disposição e num piano, proporcionou-me o maior momento musical a que pude assistir nos últimos anos.