25 de Abril de 2012


«Cravo vermelho ao peito a todos fica bem, sobretudo dá jeito a certos filhos da mãe»
Assim cantava José Barata Moura.

«Só há liberdade a sério quando houver a paz, o pão, habitação, saúde, educação»
Assim cantava Sérgio Godinho

Faz todo o sentido recordar estas duas canções neste dia em que se comemoram os 38 anos do 25 de Abril de 1974, tendo em conta as grandes expectativas que Abril abriu, a cerimónia evocativa da revolução na Assembleia da República, que agora mesmo terminou, e a actual conjuntura em que vivem os portugueses.

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV