Mário Soares (1924-2017)

Até compreendo que os militantes e simpatizantes comunistas não gostassem de Mário Soares. Juntamente com os principais militares de Abril (é preciso dizê-lo), ele dificultou a vida ao PC, quando este partido parecia dominar o país. Compreendo que os fascistas ou saudosistas da ditadura caída a 25 de abril de 1974, não gostem de Mário Soares (mas não mintam, o seu a seu dono). Na verdade, ele lutou abertamente e com muitos custos pessoais, contra a ditadura. Agora quem ama a liberdade, quem abomina a ditadura, tenha ela o nome que tiver, mesmo que a figura não fosse muito simpática, jamais o pode esquecer. Por isso este dia ficará para a história - morreu uma das figuras essenciais dos últimos 50 anos da sociedade portuguesa.

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV