Memória dos dias - assim vamos com a crise

Neste dia, em que passa - não se celebra - mais um aniversário do 31 de Janeiro de 1891, a primeira tentativa para implantar a República - neste tempo de crise da memória, em que até ao feriado do 5 de Outubro querem pôr fim - no Telejornal da RTP1, uma senhora indignada protestava contra o 3º aumento dos transportes em menos de um ano:

- Estão a matar-nos aos poucos - clamava. - Mais valia o Bin Laden matar-nos de uma vez.

Não há tempo para a memória.

Mensagens populares deste blogue

Na Vertigem da Traição IV